ELA FAZ O QUE NINGUÉM CONSEGUE FAZER

 

mulherArreda homem que aí vem Mulher…

Arreda homem que aí vem Mulher…”

Esse pequeno trecho do ponto que tão comumente cantamos em nossos terreiros é um dos mais significativos e expressivos quando penso em PomboGira.

Todos nós já ouvimos e lemos muitos textos sobre Exu e suas qualidades tão ativas e duais, no entanto, pouco falamos de PomboGira e pior, quase sempre quando ouvimos falar dessas Entidades de Luz a referência é com a prostituição, desejo, sexo, amarração, separação ou ainda, com a desgraça emocional e familiar.

Penso que seria muito interessante e importante para todos nós se, quando pensássemos em PomboGira, pensássemos no Continue lendo

SANTO ANTÔNIO – mitos e simpatias

E6C38822-A7A2-4E35-AB60-26906D589597Em meio a tantas rezas, simpatias e crenças, em uma data perto de sua comemoração eu pergunto: você sabe por que Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, santo dos humildes e dos encontros???

Então, Santo Antônio era um frade franciscano, nascido em 1195, em Portugal, mas viveu durante a maior parte de sua vida em Pádua, na Itália. Apesar de não ter em seus sermões nada específico sobre casamentos, o frade Antônio de Pádua ajudava mulheres a encontrarem um marido assim como, ajuda as moças humildes conseguirem dote – prática normal da época e um enxoval para o casamento.

Diz a lenda que, certa vez, em Nápoles, havia uma moça cuja família não podia pagar seu dote para se casar. Desesperada, a jovem – ajoelhada aos pés da imagem de Santo Antônio – pediu com fé a ajuda do Santo que, milagrosamente, lhe entregou um bilhete e disse para procurar um determinado comerciante. O bilhete dizia que o comerciante desse à moça moedas de prata equivalentes ao peso do papel. Obviamente, o homem não se importou, achando que o peso daquele bilhete era insignificante. Mas, para sua surpresa, foram necessários 400 escudos da prata para que a balança atingisse o equilíbrio. Nesse momento, o comerciante se lembrou que outrora havia prometido 400 escudos de prata ao Santo, e nunca havia cumprido a promessa. Santo Antônio haviera fazer a cobrança daquele modo maravilhoso. A jovem moça pôde, assim, casar-se e a partir daí, Santo Antônio recebeu – entre outras atribuições – a de “O Santo Casamenteiro”.

Outra história que envolve a fama de Santo Antônio é a de que uma moça muito bonita, que havia perdido as esperanças de arranjar um marido, apegou-se a Santo Antônio. Dizem que a mulher adquiriu uma imagem do santo e colocou-a em um pequeno oratório. Todos os dias, a jovem colhia flores e as oferecia a Santo Antônio sempre pedindo que este lhe trouxesse um marido. Mas, passaram-se semanas, meses, anos… e nada do noivo aparecer. Então, tomada pelo desgosto e pela ingratidão do santo, ela atira a imagem pela janela. Neste exato momento, passava um jovem cavalheiro que é atingido pela imagem do Santo. Ele apanha a imagem e vai entregar à jovem apaixonando-se pela moça já no primeiro encontro.
Continue lendo

Perfeito equilíbrio

preto velhoPRETO VELHO – Meu filho, você tem que evoluir, tudo evolui.
MÉDIUM – O que tenho que fazer, meu Pai?

PRETO VELHO – Se desfaça de todos os bens materiais que você tem. Dê uma parte para os pobres e necessitados e a outra para sua mulher e filhos.
MÉDIUM – De tudo?

PRETO VELHO  Sim. E também de sua mulher e filhos. Vamos sair pelo mundo ajudando aqueles que necessitam. Andaremos de cidade em cidade, de lugar em lugar. Quando tiver fome, eu providenciarei comida; quando tiver sono, eu providenciarei lugar seco e seguro para descansar; quando tiver frio, eu providenciarei agasalho e roupas…
MÉDIUM – Não sei se posso. O senhor está pedindo muito de mim.

PRETO VELHO – Mas você não quer evoluir, chegar numa consciência maior?
MÉDIUM – Eu quero evoluir, mas tenho que Continue lendo

A importância da água na Umbanda

agua-maosPara Allan Kardec, a ação magnética produzida pelo agente encarnado (magnetizador), tanto pode produzir uma modificação nas propriedades da água, quanto no tocante aos fluidos orgânicos (ex: bile, linfa, líquido cefalorraquidiano, saliva, suco gástrico, sangue total, etc).  O Espírito Lísias explica para André Luiz, que… a água é veículo dos mais poderosos para os fluidos de qualquer natureza. Aqui (em Nosso Lar), ela é empregada sobretudo como alimento e remédio”. Para o Espírito Bezerra de Menezes, “A água, em face da sua constituição molecular, é elemento que absorve e conduz a bioenergia que lhe é ministrada. Quando magnetizada e ingerida, produz efeitos orgânicos compatíveis com o fluido de que se faz portadora”.

NA UMBANDA, é um dos elementos naturais mais receptivos com uma energia altamente atratora e condutora, ela é utilizada nas quartinhas, nos copos de firmeza dos Anjos de Guarda, no batismo, em muitos rituais da Umbanda e principalmente pelos Guias Espirituais nos momentos onde há a necessidade de realizar grande limpeza, purificação e energização de nosso corpo astral e de nossa casa, afinal existem cargas e energias maléficas que somente esse elemento natural  é capaz de desfazer, limpar e equilibrar.

ÁGUA DE MAR Continue lendo

Misericórdia de Oxalá pelo doente

Nesse momento de dor e incertezas, toda ajuda é válida, toda fé move montanhas, toda mandinga ajuda e toda ação do Bem é bem vinda…

Nessa certeza, compartilho essa “simples” mandinga para aliviar a dor e atrair o olhar cheio de misericórdia de Oxalá para nós.

Veja, é uma magia para pedir misericórdia a Oxalá por alguém doente. É simples mas com imenso resultado. Qualquer pessoa pode fazer, dês de que tenha fé, respeito e amor. Vamos lá:
jesus-reaching-out

Para pedir misericórdia a Oxalá por alguém doente

Separe: Continue lendo

BATISMO NA UMBANDA

batismo jesusÉ realizado para revestir o espírito e o mental do Ser com uma aura protetora semelhante a proteção divina que o espírito recebe ao reencarnar. É a “entrada” do espírito na dimensão religiosa da Umbanda, é quando o médium se torna Filho de Olorum e seguidor de Pai Oxalá, passando a fazer parte de seu “exército branco”.

Ele é o primeiro e o mais importante Sacramento, pois é a porta de entrada para o recebimento das bênçãos divinas e dos demais sacramentos. Pelo batismo, a pessoa é incorporada à Umbanda, passando a ter os direitos e deveres próprios da religião. É um cerimonial litúrgico poético, santificado e participativo da vida divina onde preces, toques, cantos e atos litúrgicos específicos compõem a linguagem expressiva e encantadora de nossa religião. Continue lendo

FERRAMENTAS MÁGICAS

Ferramentas Magicas são objetos que todo  bruxo ou mago deve ter, são fundamentais na pratica da magia. Eles podem ampliar as probabilidades e a eficácia altar2dos rituais servindo como aparelhos magnéticos potencializadores, catalizadores e manipuladores de energia. E possuem diversas finalidades: Armazenar, Conduzir, Atrair, Refletir, Agregar, Multiplicar, Subtrair, Somar, Dividir, Extrair, Ancorar, Emitir, Envolver, Segregar, Condensar, Sutilizar, Separar, Concentrar, Abrir ou Fechar Portais, Drenar, Saturar, Ligar, Quebrar, Iluminar, Esvanecer, Contrair, Ejetar, Criar, Formar, Controlar, entre outras finalidades a energia dos Planos Sutis e do Plano Natural.

É um utensílio, dispositivo, ou mecanismo físico e intelectual utilizado Continue lendo

Súplica à Iemanjá – 2 fevereiro, Salve a Rainha do Mar

Fiz um pedido a Mamãe sereia, a Mamãe Iemanjá para nunca mais errar‘Sereia Rainha, protetora da fauna e flora marítima, guia dos marinheiros,
navegantes, pescadores e dos que se encontram perdidos nos mares da
existência, dirige também os humildes, os simples de coração, os fracos, os
aprendizes, os ignorantes e todos os que se desviaram da rota correta com
suas incertezas morais e evangélicas, navegando em ondas tempestuosas sem
divisar o porto seguro da perfeição espiritual.

Senhora dos Oceanos, símbolo da fecundidade, da procriação e do princípio
vital surgido em suas águas, sê também a imagem da fecunda pureza a ser
seguida por aqueles que estão famintos de ajuda espiritual, sedentos de
Justiça e necessitados de caridade, criando nos cérebros de nossos
companheiros a consciência de nossa condição de irmãos vindos da mesma
origem e destinados a alcançar mundos elevados, integrando-os no Todo que é
Zâmbi, Olorum, Jeová, Deus, Consciência Cósmica ou qualquer outro nome que
se lhe dêem e tornando-nos iguais, porque assim o somos, malgrado as
aparências exteriores.

Orixá dos Mares, representante das emoções, da reprodução e da restauração,
conforme crença de nossos antepassados africanos; controla as atividades
emotivas de nossas autoridades, políticos, dirigentes de grupos religiosos,
iluminando-lhes as mentes e os corações para produzirem idéias e
empreendimentos salutares visando minorar o sofrimento de milhares de
criaturas, diariamente atiradas em nossas tendas, terreiros, ilês e templos,
carregando pesado fardo de angústia, ansiedade, desespero, doenças físicas e
psíquicas, desequilibradas emocionalmente, em decorrência de adversidades na
luta pela sobrevivência ou da situação difícil que atravessamos, sofrendo
revezes e derrotas, à procura de emprego, sofrendo a situação precária ou de
outros fatores negativos que lhes imponham sofrimentos morais e
psicológicos.

Deusa das Águas, juntamente com sua corte de sereias, ondinas e ninfas,
caboclas do mar e espíritos aquáticos, lava as impurezas da mente daqueles
que, afastados dos nobres ensinamentos do mestre Oxalá, guiados pelo
instinto animal, procedam mal, intentando toda sorte de maldades contra o
semelhante, para que, purificados em seus sentimentos, entrevejam e se
conscientizem de que somos todos células do mesmo organismo social, humano, divino e, enquanto existir uma célula doente, o corpo todo não está sadio.

Mãe Universal faça que todos se irmanem nos mesmos ideais e sentimentos
cristãos de fraternidade, união e compreensão; que os companheiros que forem
às praias para te homenagearem, o façam com todo respeito, afeto e carinho
e, acima de tudo, com esperança de um futuro melhor para o gênero humano,
sem mágoas, ódios ou ressentimentos, mas com amor, a única semente capaz de
gerar bons frutos, sê, querida Sereia, a base devocional de nossa estimada
Umbanda, fazendo-a progredir para o bem comum; que todos, na praia, à beira
de teu encantado Reino líquido, se deem as mãos e se unam em bondade,
caridade e amor uns aos outros para, limpos das impurezas dos vícios e
imperfeições materiais, estejam aptos a alcançarem o plano angélico, a meta
mais próxima do estágio humano, para breve podermos nos integrar na Mente
Divina em Sua glória e onipotência .

Livro: IEMANJÁ
Autor: J. EDSON ORPHANAKE

OXUM, Senhora do Ouro, do Amor, da Beleza – 15 anos de Umbanda Carismática

12/10/2019 a Umbanda Carismática completou 15 anos, uma grande alegria para meu coração e espírito.

Nessa data especial só posso louvar OXUM – a Orixá do Ouro, do Amor, da Beleza, mas também da Concepção, da União e da Riqueza – com esse Inesquecível ritual. Um dia lindo e encantador onde o puro amor envolveu a todos de forma muito especial.

QUEM É OXUM NA UMBANDA??

Oxum é o Orixá irradiador do Amor Divino e da Concepção da Vida em todos os sentidos. Como “Mãe da Concepção” ela estimula a união e favorece a conquista da riqueza espiritual e a abundância material. É a força dos rios, que correm sempre adiante, levando e distribuindo pelo mundo sua água que mata a sede.

AMOR PURO

É a Mãe da água doce, Rainha das cachoeiras, Deusa da candura e da meiguice. Orixá da prosperidade e da riqueza interior, ela é a manifestação do Amor, o amor puro, real, maduro, solidificado, sensível e incondicional, por isso é associada à maternidade e ligada ao desenvolvimento da criança ainda no ventre da mãe, da mesma maneira que Iemanjá.

Oxum é o amor, é a capacidade de sentir amor. A partir desse amor é que se dá a origem às Agregações, e consequentemente origina a concepção das coisas.

ELO QUE UNE e AGREGA

Ela é o elo que une os Seres sob uma mesma crença, trazendo a união espiritual. É o elo que une dois Seres sob o mesmo amor, agregando-os onde se dá inicio à concepção de uma nova vida. Ela é quem agrega os bens materiais que torna um ser rico, portanto, é conhecida como Orixá da Riqueza, Senhora do Ouro e das Pedras Preciosas.

FECUNDA, GERA e CUIDA

A regência fascinante de Oxum é o processo de fecundação, na multiplicação da célula mater. É Oxum quem gera o nascimento de novas vidas que estarão no período de gestação numa bolsa de água – como ela, Oxum, rainha das águas. É, sem dúvida alguma, das regências mais fascinantes, pois é o início, a formação da vida. É Oxum que “tomará conta” até o nascimento, quando, então, entrega à Iemanjá, que será responsável pelo destino daquela criança.

MÃE DAS CRIANÇAS

Oxum não vê defeitos nos seus filhos, são verdadeiras joias, e ela só consegue ver o seu brilho. É por isso que Oxum é a mãe das crianças, seres inocentes e sem maldade, zelando por elas desde o ventre até que adquiram a sua independência. Os seus filhos, melhor, as suas joias, são a sua maior riqueza.

PERSONALIDADE MARCANTE

De menina-moça faceira, passando pela mulher irresistível até a senhora protetora, Oxum é sempre dona de uma personalidade forte, que não aceita ser colocada em segundo plano, afirmando-se em todas as circunstâncias da vida. Como acontece com as águas, nunca se pode prever o estado em que encontraremos Oxum; como também não podemos segurá-la em nossas mãos. Assim, Oxum é o ardil feminino, considerada a deusa do amor, a Vênus africana.

FELICIDADE

O casamento, o ventre, a fecundidade e as crianças são de Oxum, assim como, por consequência, a FELICIDADE. Como as águas dos rios, a força de Oxum vai a todos os cantos da terra. Ela dá de beber às folhas de Ossain, aos animais e plantas de Oxóssi, esfria o aço forjado por Ogum, lava as feridas de Obaluaê, compõe a luz do arco-íris de Oxumare. Oxum está em tudo, pois, se amamos algo ou alguém é por que Ela está dentro de nós.

Com todo esse Poder Divino tão perto, tão em nós, só posso clamar para que sejamos imensamente ricos de amor e prosperidade… Sempre!

Ora Yê Yêo Oxum…
Que a Luz de Oxalá no Ilumine e que as Forças de Oxum, nos unam na Fé em Olorum!

(Parabéns a todos os filhos… É muito booommm estar aqui!)

Axé

por Mãe Mônica Caraccio